segunda-feira, 14 de abril de 2014

Sobre a mulher artesã

Fico sensibilizada quando vejo pessoas que não dão valor ao artesanato, estas não sabem o que está por trás disto. As dificuldades, a críticas, as cobranças, são em geral são fatos do cotidiano da mulher artesã.

Vou tentar descrever o que penso sobre uma artesã na vida pessoal.

- Geralmente procuram o artesanato por necessidade, são donas de casa, esposas, mães.
- Priorizam a família fazendo todas obrigações do lar primeiro, tempo.. só a noite para o artesanato. E vão madrugada a fora.
- Lazer? ..Muito pouco, sábados, domingos e feriados, (heba.. um tempinho a mais). Novela, noticiários? Só escutam, a visão tá focada no trabalho. E ainda escutam das pessoas "você não larga isso mais!",  "isso não vai te levar a nada!" , "a casa tá uma bagunça!" Aff...frustante, a lágrimas descem e ninguém nem percebe.
-E assim vão, enfrentando corajosamente. Infelizmente surgem as dores da alma e do corpo. As tendinites, epicondilites, síndrome do túnel do carpo, dor na coluna, visão afetada e até depressão, a pior de todas!!!!!
-Quando  em feiras, haja paciência!!!!As vezes não vendem e ficam horas na expectativa de uma cliente. E a vem aqueles que dizem: "nossa tá caro!", "depois eu volto", isso, faz parte! E elegantemente ela agradece super educada, mas no fundo dói!
- E ela segue mesmo assim, porque ama o ofício. Passa por cima de tudo corajosamente, pois sabe que dias melhores virão!

Enfim, isso não é regra geral, mas acontece muito! VAMOS RESPEITAR O ARTESANATO, POR TRÁS DELE EXISTE UMA MULHER DE VALOR!!!!!!!!!!

Enfim, não é uma regra geral, mas acontece, e muito!  

Com carinho e respeito a todas amigas artesãs!
Beatriz Carvalho